Trauma Cot

Bahia: Traumacot é a história da ortopedia e traumatologia na Bahia

Será realizado no dia 13 de setembro, no auditório Caturama do Hotel Catussaba, o Simpósio em Ortopedia e Traumatologia – Traumacot, que este ano comemora 20 anos, sob a coordenação dos drs. Rafael Gusmão e Rogério Jamil, com o apoio da Diretoria Médica (drs. Arivan Rodrigues, André Rebello) e Diretoria Executiva (dr. Sérgio Colavolpe). O tema deste ano é “ Closed Meeting em Ortopedia e Traumatologia”.A programação está divida em palestras, mesas redondas, estudos de casos, apresentação de Temas Livres e workshop (empresas parceiras apóiam o evento), com estimativa de público em média de 100 a 150 médicos.

O evento científico será realizado no sábado 13/09, das 8h às 12h, e a partir das 20 horas, a Coordenação do CEOT convida Preceptores e Residentes, juntamente com os Diretores e Conselho do COT para Coquetel de Comemoração aos 20 Anos de Traumacot , no Salão Panorâmico do Hotel Catussaba.O diretor executivo, dr. Sérgio Colavolpe, lembra que “ em 1964, surgiu a primeira clínica privada do Estado da Bahia, especializada em Ortopedia e Traumatologia, a COT (Clínica Ortopédica e Traumatológica Ltda.). A clínica era formada por cinco ortopedistas: Professor Benjamin da Rocha Salles, Professor Remilson Domenech, Professor Moysés Wolfovitch, Dr. Moysés Schiper e Dr. Orlando Colavolpe.A Clínica promovia e promove até os dias atuais encontros científicos denominados Traumacot, com palestras e seminários para ortopedistas e médicos residentes, esses últimos sendo estimulados, nesses eventos, a apresentarem trabalhos científicos enriquecendo a bibliografia da especialidade.Sérgio Colavolpe afirma que “com o decorrer do tempo, essa clínica privada serviu de campo para a formação de médicos jovens que desejavam ganhar experiência e com a maturidade profissional, participarem da criação de outras clínicas privadas, como o Instituto Baiano de Ortopedia (INSBOT), a Clínica de Acidentados em Traumatologia e Ortopedia (CATO), SOMED (Socorros Médicos).

Já os diretores médicos, Arivan Rodrigues e André Rebello, detalham que “em 1983, constituiu-se um serviço de Residência Médica no Hospital Central Professor Roberto Santos tendo como preceptores os doutores Jaquaracy Silva, Genivaldo Marques, Roberto Aleluia e Percy Leahy. Em 1990, surgiu a primeira residência médica em Ortopedia e Traumatologia reconhecida pela SBOT e formada pela união entre o Hospital Santa Isabel, o Hospital Martagão Gesteira e a COT. Concebida e organizada pelo Dr. Eduardo Gil França, seu primeiro coordenador, denominou-se RIBOT (Residência Integrada Baiana de Ortopedia e Traumatologia).

Em 1993, através de uma cisão, o Hospital Santa Isabel ficou com sua própria residência e a COT e o Hospital Martagão Gesteira, juntos, criaram outra residência – ambas reconhecidas pela SBOT.Neste mesmo ano, a regional Bahia adquiriu sua sede própria localizada em uma sala do prédio da Associação Baiana de Medicina, na Rua Baependi, em Ondina. Atualmente, continuam Arivan Rodrigues e Andre Rebello, “o Estado da Bahia possui seis programas de residência médica em Ortopedia, credenciadas pela SBOT: no Hospital Santa Isabel, coordenado pelo Dr. Flávio Santana; na COT, coordenada pelo Professor Luís Schiper; no Complexo Hospital Universitário Prof. Edgard Santos da Universidade Federal da Bahia, coordenado pelo Professor Gildásio Daltro; no Hospital São Rafael, coordenado pelo Dr. Jaguaracy Silva; no Hospital Espanhol, coordenado pelo Dr. Jocelin Ribeiro; e o da Clínica CATO, coordenado pelo Dr. Armando Teixeira.” “ Ouro detalhe, lembrado pelos coordenadores do CEOT, Rogério Jamil e Fabio Matos, é que “em 1996 a primeira turma de R3, do Serviço de Ortopedia da COT, a receber da SBOT- Nacional o Título de Especialista em Ortopedia e Traumatologia foram: Dr. Ernest Fialho, Drª Márcia de Menezes e Dr. Ricardo Aguiar. Em 1997 Dr. André Rebello e Drª Jaqueline Silva.

Os coordenadores sucessores de Dr. Luis Schiper foram Dr. Ernest Fialho (2009), Dr. Marcus Moreno (2010-2011), Dr. André Rebello (2012-2013) e atualmente, Dr. Rogério Jamil e Dr. Fábio Matos (2013-2014)” Em 1994 o Chefe do Serviço de Ortopedia idealizou e realizou o 1º Simpósio de Ortopedia e Traumatologia, que na ocasião englobava a Enfermagem e a Fisioterapia, como atividade multidisciplinar. A partir de então, o Centro de Especialização desenvolve atividades para a educação continuada do profissional médico, bem como no processo da sua formação em especialista, os preparando para o Exame Nacional para Obtenção do Título de Especialista em Ortopedia e Traumatologia.

Últimos